Nota de repúdio, 31/03/2017

censura
Prezados amigos,

Há tempos convivemos com o descaso e desdém dos nossos professores e gestores. Junto a isso vivenciamos diversas tentativas de censura e omissão de informações de grupos organizados dentro da UFMA, grupos que agem de forma truculenta até mesmo contrariando e desobedecendo a normas baseadas na lei de acesso à informação.

Nunca nos iludimos de que seríamos sempre bem recebidos e de que teríamos voz ativa junto à departamentos da presente universidade. Não, amigos! A história nos mostra que a relação entre a verdade e a mentira nunca se dá de forma harmoniosa. Alunos e professores que contrariam a hegemonia esquerdista que reina na academia são rechaçados e têm seus direitos de expressão cerceados rotineiramente por grupos de esquerda. Isso porque geralmente tais grupos são aliados a partidos políticos que manipulam e controlam grupos dentro da UFMA . Nesse contexto, ontem, dia 30 de Março, nós conservadores/liberais, sofremos mais uma vez uma censura gratuita, inesperada e desnecessária por parte da Diretoria do Centro de Ciências Humanas – CCH.


Como todos devem saber, ontem ás 19:30 aconteceria a palestra “Por que o marxismo embora desastroso, ainda é sedutor?” que seria proferida pelo professor me. Fabiano Ferreira Lopes e o Jornalista José Linhares Júnior, organizada pelo grupo de estudos liberais Bem-te-vis. Por volta das 16h00 da tarde de ontem fomos surpreendidos com a notícia de que, de forma baixa e injustificável, o Diretor do CCh Francisco Sousa, cancelou o evento marcado. Vale ressaltar ainda que esse mesmo local já foi utilizado diversas vezes para assuntos e notícias relacionadas à assuntos de cunho esquerdista e práticas repugnantes como nudez, e ainda rotineiramente é usado para consumo de drogas.


Por fim, emitimos essa nota para informar que REPUDIAMOS a atitude do Diretor de Centro Francisco Sousa e para reforçar que atos como esse em nada colaboram para uma relação harmônica entre as diversas ideologias que habitam a Universidade, além de ser um empecilho para a construção do conhecimento e o debate sadio, o que por sinal é um de nossos objetivos como grupo de estudos. Também declaramos publicamente apoio ao grupo de estudos liberais Bem-te-vis que vêm fazendo um excelente trabalho para ampliação do saber dentro da Universidade.


Aproveitamos para informar que em breve convocaremos uma reunião geral dos Carcarás para tratar de diversos assuntos e filiação de novos membros, membros estes que não se dobram perante a hegemonia de pensamento da UFMA.


Avante Carcarás.


A Diretoria

Anúncios

Uma consideração sobre “Nota de repúdio, 31/03/2017”

  1. Pessoal, parabéns pelo trabalho desenvolvido na UFMA, que vem em muito boa hora. Tenho uma dúvida quanto ao slogan de vocês. Não seria “praestat”, em vez de “preestat”? Um abraço!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s