Nauro Machado, o gênio maranhense.

Por Adonay Ramos Moreira

hqdefault

“Não há como não se assombrar com os versos de Nauro: há neles aquela força verbal que faz com que o leitor sinta tremer a sua própria inteligência. Seus poemas guardam, de longe, o mais inquietante mergulho na existência humana que as últimas décadas de nossa poesia conseguiu alcançar. ”

Continue Lendo “Nauro Machado, o gênio maranhense.”

Dia 31/03 na UFMA, lançamento do livro Guerra Urbana – morrendo pela vida loka

aplicacao_1

No próximo dia 31 de março, acontecerá, em São Luís, o lançamento do livro “Guerra Urbana – morrendo pela vida loka”. Apublicação, de autoria do repórter policial Nelson Chagas Melo Costa,investiga a realidade das guerras urbanas, com foco nos conflitos entre facções criminosas na região metropolitana de São Luís e em várias partes do território maranhense. O jornalista analisa o conceito de “vida loka” e sua relação devastadora com o crime organizado.

Continue Lendo “Dia 31/03 na UFMA, lançamento do livro Guerra Urbana – morrendo pela vida loka”

Tchékhov ou o elogio do cotidiano

Por Adonay Ramos Moreira

185932199

É de Gorki a feliz observação de que na obra de nenhum outro autor se revelou com igual força e maestria a tragédia dos pequenos acontecimentos da vida do que nos textos de Tchékhov. E nada é mais verdadeiro do que isso, em se tratando do autor de “O Jardim das Cerejeiras”, “A Gaivota”, “As Três Irmãs” e “Tio Vânia”.

Continue Lendo “Tchékhov ou o elogio do cotidiano”