Deus não está morto!

Por Michael Amorim

“Deus não está morto na academia. Ele está vivo e bem em sua última fortaleza acadêmica: departamentos de filosofia”. (Quentin Smith, filósofo ateu)

“O mundo intelectual contemporâneo no Ocidente”, declara o célebre filósofo Alvin Plantinga, “é um campo de batalha ou uma arena na qual se trava a luta pela alma dos homens”.

Como escreveu o filósofo William lane Craig em seu artigo A revolução na filosofia Anglo-americana:

“Três escolas de pensamento combatem-se na batalha para ganhar a mente de homens e mulheres pensantes. O naturalismo iluminista, o antirrealismo pós-moderno e o teísmo, tipicamente o teísmo cristão. É no campo da filosofia que ocorrem as batalhas decisivas, e a consequência dessas controvérsias repercutirá em todo âmbito universitário e, por fim, no mundo ocidental. Nas décadas recentes, as frentes de batalha mudaram dramaticamente.”

Leia o artigo na íntegra aqui.

Legendas e tradução do vídeo acima: Felipe Aranha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s